GCM prende casal que aplicava golpe do bilhete premiado

Um guarda civil municipal de Porto Ferreira frustrou a ação de um casal que pretendia aplicar o golpe do bilhete premiado na cidade.

Segundo a GCM, o guarda Nonato, em seu dia de folga, estava transitando pela área central, próximo ao ponto de ônibus que fica defronte à loja Cem, quando vislumbrou uma situação que o chamou a atenção.

Um casal conversava com uma senhora de forma insistente para que o acompanhasse, inclusive puxando-a pelo braço, mesmo com sua recusa. Diante de tanta insistência, a mulher cedeu e acompanhou o casal até um veículo que estava estacionado próximo.

No entanto, o casal foi abordado pelo GCM. Ao indagar a senhora a respeito do grau de parentesco ou outro motivo de tanta proximidade com o casal, recebeu a resposta que eles não eram parentes e que estava indo até sua residência a fim de buscar documentos.

Imediatamente, o GCM Nonato solicitou apoio das viaturas de serviço da GCM. Os guardas Bruzão, Luiz Carlos e Messias chegaram e, após abordagem, localizaram entre os pertences pessoais do casal um bilhete de loteria da Caixa já concorrido.

Indagados a respeito, a mulher confessou que fora convidada pelo homem para praticarem o golpe do bilhete premiado. Diante dos fatos, o casal foi detido e encaminhado à Delegacia de Polícia, onde o delegado ratificou a voz de prisão em flagrante delito. Posteriormente, foram encaminhados às cadeias de São Carlos (homem) e Ribeirão Bonito (mulher).

Consultado no sistema, o casal já possuía passagem policial no mesmo artigo 171 do Código Penal.