Homem suspeito de cometer infrações ambientais é flagrado em rancho às margens do Rio Mogi Guaçu em Porto Ferreira
Imagens reprodução do site Descalvado News

Por volta da meia-noite desta quarta-feira (19/11), após denúncia sobre caça ilegal, militares da Polícia Ambiental de Santa Rita do Passa Quatro, surpreenderam um homem em um rancho às margens do rio Mogi Guaçu em Porto Ferreira, de posse de diversos peixes, animais silvestres e armas.

Em averiguação na parte externa do rancho foram localizados os peixes de espécies nativas do rio Mogi Guaçu, cuja pesca está proibida durante o período da piracema.

Acima de um fogão a lenha encontravam-se penduradas em um varal, 4 kg de linguiça recém produzidas com carne de capivara, que estavam sendo curtidas.

Já no interior do rancho, foi encontrado dentro de um freezer um animal inteiro da espécie "tatú galinha".

Duas espingardas (calibres 32 e 28), cartuchos íntegros e também deflagrados, pólvora e chumbo também foram localizados no interior da casa.

Diante dos fatos, o homem recebeu voz de prisão em flagrante e em seguida conduzido à Delegacia de Polícia para demais providências.