Operação da Polícia Civil recupera mais de cem mil reais em joias roubadas
Operação em conjunto da Policia Civil das cidades de Santa Rita do Passa Quatro, Porto Ferreira e Bauru

Uma operação em conjunto da Policia Civil das cidades de Santa Rita do Passa Quatro, Porto Ferreira e Bauru na manhã desta sexta feira (20), culminou na prisão de um homem (G.P.A. – 28 anos) que estava sendo investigado de integrar uma quadrilha especializada em roubos a joalherias e residências na região de Bauru.

O homem estava escondido na casa de sua avó que fica na Rua Maurício Afonso Moreno, na Vila Norte em Santa Rita.

Já nas primeiras horas na manhã de hoje equipes da Policia Civil das três cidades chefiadas pelo Delegado Dr. Eduardo Henrique Palmeira Campos que é Delegado Titular na cidade de Porto Ferreira e também responde pela Delegacia da cidade de Santa Rita do Passa Quatro, surpreenderam G.P.A. dormindo. O que chamou a atenção dos Policias é que em baixo do travesseiro onde ele dormia estava uma arma calibre 32 municiada onde estava pronta para o uso mas o homem foi surpreendido antes pela Polícia.

Na casa, foram localizadas várias joias de várias espécies proveniente de roubos a joalherias e residências feitas na região de Bauru. O homem já estava sendo procurado pela justiça daquela região e investigações feitas entre as policias das três cidades chegou na localização deste integrante da quadrilha na cidade de Santa Rita.

Além dele um outro homem que estava na casa também foi preso, pois contra ele pesava um mandado de prisão por não pagamento de pensão alimentícia.

O indiciado foi levado para a cidade de Bauru onde foi autuado em flagrante e recolhido na cadeia daquela cidade.

Outros integrantes da quadrilha também foram presos na Região de Bauru pela Polícia Civil daquela cidade.

Participaram da ocorrência: Coordenação: Dr. Eduardo Henrique Palmeira Campos – Bauru: Dr. Gledson e Equipe – Polícia Civil de Porto Ferreira Heber e Paulo Vencel – Polícia Civil de Santa Rita do Passa Quatro: João, Edson, Edinho, Ronaldo, Marcos e Rodrigo

Com informações: Osni Martins