Porto de Memórias: confira as memórias e histórias de Paulo Carvalho, comunicador e radialista ferreirense
Paulo de Carvalho - Porto de Memórias
foto: Eduardo Carvalho

Uma das mais inatas características humanas é o desejo de se expressar. Seja por meio de pinturas rupestres como já aconteceu num passado distante, pela escrita, através da literatura, prática que perdura até os nossos dias ou simplesmente por meio da fala. E é nesse último que Paulo Carvalho, decidiu investir e fazer carreira.

Hoje, com quase quatro décadas dedicadas a comunicação, Paulinho é uma das principais vozes da nossa região. Nascido em Porto Ferreira em outubro de 1967, adentrou pela primeira vez o hoje Santuário de São Sebastião quando tinha apenas 10 dias de vida para ser batizado. A fé e a religiosidade sempre o acompanharam em sua trajetória.

Seu primeiro emprego foi na histórica Gráfica São Paulo. Lá nasceu e cresceu uma paixão pela arte da comunicação que se transformou em seu maior ideal de vida. A palavra comunicar do latim significa “ação de participar”, e é exatamente isso que Paulinho tem feito nos últimos anos, dado voz e oportunidade para que pessoas comuns de nossa sociedade, possam participar dos debates e questões de nosso tempo. Um espaço de expressão é o seu grande sonho e também a semente que a partir de 1996 começa a germinar com a Rádio Comunidade FM, a única comunitária de nosso município.

Nesta entrevista, Paulo Carvalho compartilha conosco muitas de suas memórias, como as traquinagens da época de infância no Porto Ferreira Futebol Clube, na Bacia do Bonito ou no antigo Buracão, onde hoje está a Loja Villa Rica. Fala também das brincadeiras, como a biroca, o futebol e o carrinho de rolimã, além de compartilhar as lembranças de figuras folclóricas de nossa cidade, como o Lazinho Cadeado, o Zé Justino e o Alfredinho, da cantina do Washington Luís.

O projeto Porto de Memórias foi idealizado pelo ferreirense e jornalista Felipe Lamellas e se propõe a contar histórias de vida de personalidades marcantes para a cidade, conhecidas ou não. O objetivo principal é resgatar e preservar a memória da comunidade local, contando histórias, causos e lembranças de membros da sociedade, que se confundem com a própria história da cidade. Todas as entrevistas estão disponíveis no YouTube.

Link para a entrevista: https://youtu.be/7NhsB3Ih448