Porto de Memórias: Mais de quatro décadas dedicada à sala de aula, a professora Verinha, conta suas memórias, confira!
Vera Lucia Camargo do Nascimento - Porto de Memórias
[Foto: Giovanna Beatriz]

O sorriso aberto e cativante, o olhar sereno e profundo, revelam a experiência de quem há mais de quatro décadas tem o giz e a lousa como companhia. Vera Lucia Camargo do Nascimento, a popular professora Verinha de Matemática, natural de São Paulo, soma a admiração de centenas de milhares de alunos e ex-alunos que se multiplicam a cada ano.

Antes de completar um ano de idade, Verinha chegava em Porto Ferreira para fazer história. Estudou no primário no Grupo Escolar Sud Menunnci e lembra com carinho dos professores que marcaram sua trajetória. “Eu não tinha condições de estudar na época, tinha que trabalhar, mas a dona Ruth Teixeira me fez prestar o admissão e eu comecei a fazer o ginasial", relembra ela.

Formada em Matemática, Verinha lecionou em São Paulo, no Itaquera, em Santa Rita do Passa Quatro, no Nelson Fernandes, e em Porto Ferreira. A paixão pelo trabalho fizeram de Verinha uma das mais queridas e experientes professoras de nossa cidade. “Eu nasci para dar aula. Aí eu vi que a minha profissão foi abençoada. Dar aula você tem que ter perfil, e eu tinha”, conta.

Entre as muitas memórias e lembranças, estão a de figuras folclóricas de nossa cidade, os carnavais, a histórica enchente de 1970, as populares vendinhas, a caça às "gabirobas" e o saudoso trem. “Esses dias estava me lembrando, que saudade de andar de trem!”. A professora Vera ainda destaca o papel da educação na transformação de nossa comunidade e as suas expectativas para o futuro do nosso município.

O projeto Porto de Memórias foi idealizado pelo ferreirense e jornalista Felipe Lamellas e se propõe a contar histórias de vida de personalidades marcantes para a cidade, conhecidas ou não. O objetivo principal é resgatar e preservar a memória da comunidade local, contando histórias, causos e lembranças de membros da sociedade, que se confundem com a própria história da cidade. Todas as entrevistas estão disponíveis no YouTube.

Link para a entrevista: https://youtu.be/H3K8wMBNrYc