Porto de Memórias: Suely Reis, primeira médica a atuar na cidade, compartilha suas memórias!
Suely Reis
Foto: Felipe Lamellas

Ser pioneiro em algo não é tarefa fácil, explorar novos territórios também não! É preciso determinação e muita coragem. Foi com esses atributos que a jovem sonhadora Suely Reis, primeira médica a atuar em Porto Ferreira, saiu aos 17 anos de Valença, sua cidade natal, no Rio de Janeiro, para estudar medicina na Universidade Federal de Juiz de Fora, no estado de Minas Gerais.

Em terras mineiras permaneceu por seis anos. Concluída a graduação Suely retornou para a cidade maravilhosa onde realizou sua pós graduação e a especialização em pediatria. Também nesta época Suely se casou com um velho conhecido: Marcos Aurélio. O jovem, com nome de imperador romano, também era de Valença e foi colega de classe de Suely no curso de medicina.

Em 1977 após o convite feito pelo Dr. Plínio, o casal de médicos trocou o ‘S’ fluminense pelo ‘R’ do interior paulista, mudando-se para a cidade de Porto Ferreira. Hoje, mais de quarenta anos depois, a cidade se transformou em um dos núcleos da família carioca e ganhou o carinho de Suely e o coração de Marcos.

Nesta entrevista Suely conta os desafios de atuar na profissão sendo mulher na década de 70, as memórias da cidade e a lembrança de personagens folclóricos como Nando Bicicleta, entre outros. Fala também da importância de se investir em educação para combater a desigualdade e assim cuidar do futuro de nossas crianças.

O projeto Porto de Memórias foi idealizado pelo ferreirense e jornalista Felipe Lamellas e se propõe a contar histórias de vida de personalidades marcantes para a cidade, conhecidas ou não. O objetivo principal é resgatar e preservar a memória da comunidade local, contando histórias, causos e lembranças de membros da sociedade, que se confundem com a própria história da cidade. Todas as entrevistas estão disponíveis no YouTube.

Link para a entrevista: https://youtu.be/F8D5gZNYtNA