Prefeita faz pedido ao Governo do Estado para aumentar efetivo policial no município
Marcelo Gomez, Reginaldo Alvarenga, Renata Braga, Dori Américo e Roberto Diniz

A prefeita Renata Braga protocolou nesta quarta-feira (22/04), em São Paulo, um ofício ao governador Geraldo Alckmin, no qual solicita atenção do chefe do Executivo estadual para com o efetivo das Polícias Civil e Militar do município. O pedido foi motivado após ser registrado um aumento significativo no número de ocorrências de roubos e furtos em Porto Ferreira nos dois primeiros meses de 2015, em comparação com o mesmo período do ano passado.

A prefeita reconhece o ótimo trabalho de ambas as Polícias (Civil e Militar), mas reconhece que a falta de efetivo traz dificuldades no desempenho das atribuições das duas instituições.

No ofício, a Prefeitura informa que tem colaborado, mantendo convênio com a Polícia Militar para desempenho da Atividade Delegada, o que tem contribuído para minimizar os efeitos da carência de efetivo.

Ao final, a prefeita solicita medidas “visando adequar o efetivo da Polícia Civil em nosso município ao mínimo estabelecido pela Resolução SSP105/2013 e completar o efetivo da Polícia Militar, reduzindo o atual percentual de defasagem”.

Empresários

Na última sexta-feira (17/04), a prefeita recebeu em seu gabinete o empresário Reginaldo Alvarenga. Ele entregou um pedido assinado por cerca de cem comerciantes da região da Avenida do Comércio, no qual solicitam uma maior presença da Guarda Civil Municipal, inclusive com a possibilidade de instalação de um posto permanente.

A solicitação será analisada quanto à conveniência e capacidade de ser atendida. A GCM, todavia, já tem colaborado com a PM em ações na região aumentando a presença ostensiva no local e está à disposição para continuar a colaborar, participando do planejamento e desenvolvendo atividades de sua competência.