Prefeitura vai contratar Unidade Móvel para realizar 500 castrações de cães e gatos
A triagem dos animais será feita por meio das fichas de cadastro do Centro de Zoonoses

A Prefeitura de Porto Ferreira vai realizar um pregão eletrônico nesta sexta-feira (24/08) para contratar uma empresa especializada em serviços veterinários. O objetivo é realizar a esterilização cirúrgica (castração) em unidade móvel para o controle populacional de fêmeas de cães e gatos.

A previsão é de realizar 500 esterilizações cirúrgicas em animais cujos proprietários têm dificuldades de levá-los até o Centro de Zoonoses Olávio Rodrigues Ribaldo, que fica no Jardim Jandyra.

A triagem dos animais será feita por meio das fichas de cadastro do Centro de Zoonoses e devem estar de acordo com a lei federal 13.426/2017, que dispõe sobre a política de controle da natalidade de cães e gatos.

A regulamentação da castração de cães e gatos pelo Centro de Zoonoses foi estabelecida num decreto editado pelo prefeito Rômulo Rippa este ano. O documento estabelece uma série de regras para que o município cumpra com o compromisso de realizar o controle populacional ético das espécies canino e felino, para atender à saúde e ao bem-estar dos animais.

“Com o elevado número populacional de cães e gatos, há a necessidade de se estabelecer critérios de triagem dos animais a serem castrados no Centro de Zoonoses, ou em campanhas e mutirões de esterilização. O decreto regulamenta essas ações, sempre pensando em proporcionar o melhor serviço e atender a todos da melhor forma possível”, explicou o prefeito Rômulo Rippa na ocasião em que editou o decreto.

O Centro de Zoonoses fará a castração para animais cujos proprietários ou responsáveis sejam de baixa renda e estejam registrados no Cadastro Único. Estes proprietários deverão preencher cadastro na Seção de Controle de Vetores do município, localizada à rua Coronel João Procópio, 870, Centro. Para preencher a ficha, será obrigatória a presença de documentos, como: documento de identificação do proprietário, comprovante de endereço, carteira de vacinação do animal e comprovante de regularidade de inscrição junto ao Cadastro Único.

Os animais de rua ou abandonados terão seu cadastro feito pela própria equipe do Centro de Zoonoses e receberão prioridade para a castração.