Secretária Vera Visolli é homenageada pelo Dia Mundial da Saúde
Secretária Vera Visolli

O Rotary Club de Porto Ferreira realizou de forma virtual nesta quinta-feira, 08, em comemoração ao dia Mundial da Saúde, celebrado em 7 de abril, uma homenagem à Secretária de Saúde Vera Visolli, por sua trajetória de dedicação à saúde pública em nossa cidade. Após a leitura da biografia, durante a reunião festiva, foi entregue o certificado de mérito.

Vera Lúcia Visolli nasceu em São Paulo e mudou-se para Porto Ferreira em 1985, formada em Técnica em Nutrição e Dietética, trabalhou 23 anos na área em âmbito hospitalar. Na cidade, atuou no Hospital Dona Balbina de janeiro de 1988 a fevereiro de 2017, deixando o posto para assumir a Secretaria Municipal de Saúde, onde permanece até hoje. Em dezembro de 2018 graduou-se em Tecnóloga em Gestão Pública pela UNIP.

A Secretária agradeceu a instituição pela homenagem e enalteceu a atuação dos profissionais da área da saúde.

 “Quero expressar minha gratidão ao Rotary Club pela homenagem prestada aos trabalhadores da saúde, representado nesta data por minha pessoa. Trabalhar na área da Saúde é um privilégio, pois nos dá oportunidade de ser útil à sociedade e principalmente pela oportunidade de ajudar a minimizar o sofrimento daqueles que passam por momentos de fragilidade física e emocional, normalmente ocasionada pelas doenças”, comentou.

Vera destacou ainda a importância do trabalho preventivo desenvolvido pelos profissionais na cidade. 

“Considero fundamental o papel preventivo de nossas ações, buscando um equilíbrio entre corpo, mente e espírito, pois o Ser Humano é um ser complexo que deve ser visto e tratado como um todo. Meus sinceros agradecimentos a todos os profissionais de saúde e a todos os participantes desta homenagem, especialmente pelas palavras de carinho e amizade. Recebam minha eterna gratidão”,concluiu a Secretária.

A profissional da saúde e rotariana Dirley Carandina acredita que o ato “é uma forma de reconhecimento do bem que o homenageado faz a alguém individualmente ou à coletividade, seja no âmbito pessoal ou profissional. Neste caso, considero esta homenagem indispensável, pois o trabalho em saúde é árduo, porém sublime para quem o executa com conhecimento, carinho e amor ao próximo. O cuidar do outro no momento que este outro está impossibilitado de fazê-lo sozinho, é trabalho para os fortes e estes merecem ser reconhecidos sempre”, comenta.

Para saber mais sobre o evento clique aqui.

Por Felipe Lamellas
Jornalista (UNESP, 2020)