SP promove megacampanha para colocar em dia vacinação de 2,9 milhões de crianças

A Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo promove neste sábado, 18 de agosto, uma campanha para colocar em dia a vacinação de 2,9 milhões de crianças paulistas menores de cinco anos. O objetivo é conferir a caderneta e aplicar as doses em atraso, conforme a faixa etária de cada criança.

Das 8h às 17h do dia 18 de agosto, 36,5 mil profissionais da saúde estarão distribuídos em cerca de 4 mil postos de saúde fixos e volantes em todo o Estado de São Paulo, para conferirem e atualizarem a cadernetas das crianças com aplicação de vacinas, caso seja necessário.

Estarão disponíveis, ao todo, doses contra 15 tipos de doenças, entre como paralisia infantil, pneumonia, febre amarela, gripe, rotavírus e meningite. Também será disponibilizada, pela primeira vez, a vacina Pentavalente, que imuniza contra as doenças difteria, tétano, coqueluche, meningite e hepatite B.

Para a campanha de atualização da caderneta também serão mobilizados, em parceria com as prefeituras do Estado, 2,5 mil carros, 48 ônibus, cinco barcos e 15 outros tipos de veículos de transportes.

A campanha é destinada, prioritariamente, aos menores de cinco anos que forem levados aos postos por pais ou responsáveis com a caderneta de vacinação das crianças, documento fundamental para comprovar quais doses já foram aplicadas, quais estão em atraso e quais deverão ser aplicadas nos meses ou anos seguintes.

Caso os pais ou responsáveis tenham perdido a caderneta de vacinação de seus filhos, a recomendação é de que eles compareçam ao mesmo posto de saúde onde vacinaram as crianças anteriormente, para que seja possível consultar a ficha de registro nos arquivos da unidade sobre quais vacinas já foram ou não aplicadas.

"Esta campanha é fundamental para proteger as crianças contra doenças transmissíveis e que podem ser perigosas. Faremos um verdadeiro mutirão para ampliar a cobertura vacinal no Estado e mantermos erradicadas as doenças como a pólio e o sarampo, além de reforçar o controle das doenças imunopreveníveis", afirma a médica pediatra Helena Sato, diretora de Imunização da Secretaria.

A campanha seguirá até o dia 24 de agosto, uma sexta-feira.